Política de Remuneração

 


Remuneração Mínima


A BioRumo tem uma política de remuneração que, para além de cumprir as imposições legais, garante aos seus colaboradores uma quantia suficiente à subsistência digna. Esse cálculo está relacionado não com o Ordenado Mínimo, mas com uma compensação que contempla as despesas correntes, a previsão de custos imponderáveis e uma verba adicional para gozo do colaborador e que garante a sua qualidade de vida.


Por outro lado, valor atribuído será sempre o suficiente para cobrir metade do standard mínimo das despesas de uma família portuguesa. Trata-se do valor alcançado apenas com o salário auferido durante as horas normais de trabalho, sem que os nossos colaboradores tenham que se submeter a horas extraordinárias para o alcançar.


Deduções por motivos disciplinares


Nenhuma forma de procedimento disciplinar, na BioRumo, prevê a subtração de valores ao salário.


Recibos de pagamento


A cada pagamento, os colaboradores da BioRumo recebem informação documental sobre os valores atribuídos. Esse pagamento engloba todas as disposições legais aplicáveis e é feita por vias previamente combinadas de acordo com a conveniência dos colaboradores.


Especificamente, os sistemas de pagamentos garantem que essas informações são compreendidas pelos colaboradores, pagos da forma mais conveniente, de forma regular, atempada, calculados rigorosamente, pagos de acordo com as disposições legais e contratualmente assumidas, na totalidade e sem quaisquer descontos indevidos. Nenhuma parte dos salários é alguma vez paga sob a forma de produtos ou ativos da empresa.


Contratos de curta-duração e estágios


Os contratos de curta-duração são usados apenas nas circunstâncias devidas, para preencher necessidades de recursos humanos limitadas no tempo. Da mesma forma, os estágios são ferramentas de integração de jovens na vida profissional, contemplando uma importante componente pedagógica e de aprendizagem técnica.


Nenhuma destas formas de contratação é usada para cobrir necessidades correntes e integradas nas atividades core da BioRumo, fazendo recurso a contratos consecutivos ou como forma de contornar as obrigações legais associadas à contratação de funcionários.


Não-discriminação


A BioRumo tem uma política estrita de não-discriminação salarial com base em parâmetros como o género, a raça, a filiação política, a profissão religiosa ou qualquer outro que não seja uma análise da remuneração do mercado para as competências de cada colaborador.


Prestações Extra


Os valores atribuídos para a cobertura de outras despesas, como dormidas, subsídios de alimentação ou seguros de saúde, são sempre pagos integralmente e não são prestados com o objetivo de adquirir um lucro para a BioRumo.


 


home